Memórias Tristes

Para jamais me esquecer dos maus momentos….


A tristeza não me larga

Porque será?

Esta minha mania de querer morrer,

Porque será?

Este medo de falar

Com alguém,

Esta coisa de não ter ninguém,

Porque será?

Que só penso no que não devia,

Porque será?

Que sou tão triste e sem alegria,

Porque será?

Que esta coisa de morte,

Está sempre em mim,

Porque será?

Que tenho medo de tudo

E ando sempre mudo,

Porque será?

Que sou assim tão infeliz

Pois maldade nunca fiz,

Porque será?

Que tudo me corre mal

E não tenho amigos,

Porque será?

Que quando falo com alguém, perco a fala,

Porque será ó tristeza o que vai ser de mim.

3 comentários:

Cândida Ribeiro disse...

Não sei onde foste buscar estas palavras,não são de ti espero,beijinhos da tua amiga. Pensa positivo.

Fatyly disse...

Porque será? porque quem assim procede e ou pensa e ou sente, deverá procurar sair do novelo tenebroso para não cair na parvoeira de não aproveitar a vida, porque todos os dias temos partículas de felicidade.

Também subscrevo as palavras de Cândida Ribeiro!

Beijocas

FLOR DO LÁCIO disse...

A tristeza também inspira poesia e escrevê-la é um catarse. Externá-la faz bem. Marcio Campos